21 de nov de 2011

O momento de procurar ajuda é...


A acupuntura pode ser aplicada desde a gravidez e, no bebê, desde os primeiros dias de vida. Em geral, as primeiras indicações de tratamento são relacionadas ao aparelho digestivo, sendo a cólica e o refluxo gastroesofágico os mais frequentes. Os bebês e as crianças com distúrbios de sono também levam os pais ao consultório. "Os benefícios da acupuntura nas crianças tem especial destaque no fortalecimento do sistema imunológico, que, ainda imaturo, permite a ocorrência de infecções de repetição", destaca o médico Luis Hapner.

A terapia oferece uma ajuda nas defesas naturais do organismo, reduzindo indiretamente a incidência das infecções. Ele diz ainda que questões referentes ao comportamento, em geral patrocinadas por ansiedade, levam muitos pais a procurar a acupuntura para os pequenos. As queixas mais comuns dos pais que chegam com os filhos no consultório e querem saber sobre os benefícios da acupuntura têm alguma relação com alterações de comportamento, como agitação e agressividade, ou então surgem queixas de distúrbios de aprendizado por déficit de atenção ou dificuldades de concentração. Já os adolescentes são pacientes que desenvolvem sintomas de ansiedade, irritabilidade ou depressão, problemas considerados desequilíbrios das funções psíquicas. "A nossa técnica dispõe de recursos interessantes para favorecer a recuperação do equilíbrio, suavizando assim toda a sintomatologia", destaca o médico Luis Hapner.

"Vale ressaltar que quando falamos em recuperação do equilíbrio, estamos nos referindo a uma capacidade fisiológica (natural) que o organismo tem de buscar sua própria recuperação". A exceção aparece nos quadros mais graves, quando existem casos de doença psíquica.

Para estes pacientes não ocorre apenas um desequilíbrio, mas sim um comprometimento mais profundo da saúde mental, por isso as técnicas equilibradoras podem ser insuficientes e será preciso associar com apoio especializado.

Tratamento: Os resultados positivos do tratamento do primeiro paciente da família podem levar outros a buscar a acupuntura.


Nenhum comentário:

Postar um comentário