31 de jul de 2012

Termoterapia

Termoterapia é a variação de temperatura corporal controlada, através de equipamentos próprios ou manipulação, que resulta no aumento ou diminuição da temperatura dos tecidos corporais com fins terapêuticos ou estéticos. O processo de equilíbrio térmico, atua com calor ou frio dependendo da necessidade estética ou da doença a ser tratada. O organismo humano é homeotérmico, ou seja, mantém sua temperatura entre certos limites fisiológicos. Para que a temperatura seja mantida dentro destes limites, ela é regulada através de mecanismos de aquecimento e resfriamento, ativados pelo cérebro. Estes mecanismos quando ativados aceleram o metabolismo basal.

A terapia com calor é a aplicação de qualquer substância que provoque o aumento da temperatura dos tecidos estimulando a termo regulação corporal.O sistema termostático natural utiliza mecanismos importantes para reduzir o calor corporal quando há o aumento excessivo da temperatura, seja ela provocada ou não.



A vasodilatação plena consegue aumentar a transferência de calor para a pele até 8 vezes; a transpiração e evaporação de água; o aumento da trocas metabólicas favorecendo a absorção de cosméticos e produtos medicinais. O calor provoca estímulo geral do metabolismo celular com aumento da síntese protética e da atividade enzimática com modificações da permeabilidade da membrana celular.

A terapia com frio, é a aplicação terapêutica de qualquer substância ao corpo que resulte em remoção do calor corporal, diminuindo, assim a temperatura dos tecidos. Ela abrange uma grande quantidade de técnicas específicas que utiliza o frio na forma líquida (água), sólida (gelo) e gasosa (gases) com o propósito terapêutico de retirar o calor do corpo induzindo a um estado de hipotermia para favorecer uma redução da taxa metabólica local e promover a diminuição das necessidades de oxigênio pelas células.O mecanismo termostático adota, no frio, a vasoconstrição cutânea; a diminuição da sudorese e aumento do tônus muscular, resultando em calafrios.

Algumas indicações da termoterapia, seja com calor ou frio são: redução do peso, celulite, modelação do corpo e em tratamentos corporais que requeiram o uso de calor localizado (como redução de dor em musculopatias crônicas), aumento da irrigação sanguínea,  aumento do metabolismo local, redução da dor, espasmo muscular, redução da rigidez articular, cicatrização, melhora da circulação, história ou tumor maligno cutâneo, processos de contratura muscular, relaxamento, importante analgésico, dor ao movimentar quando não está aquecido, pós-fratura, pré-massoterapia de mão e perna, redução de hematomas e equimoses, melhora a amplitude de movimento, redução da inflamação em processos agudos, quebra do ciclo dor-tensão-espasmo-dor, tratamento de flacidez de pele, e aumento da rigidez muscular.

De fato são inúmeras as aplicações da termoterapia (calor ou frio), trazendo alívio a diversas enfermidades, além de contribuir para a diminuição de ingestão de medicamentos, propiciando uma melhor qualidade de vida.

A atenção deve ser redobrada a aplicação por conta própria ou indiscriminada (no caso de quem quer perder peso, tratar celulites ou outros males), pois todo e qualquer tratamento deve ser indicado ou aplicado por profissional competente com formação acadêmica para tal. Portanto fique atento, pois a temperatura de seu corpo não pode ultrapassar os 40 graus, prejudicando ao invés de curar.

Fonte: http://www.harmoniatotal.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário