6 de set de 2012

Acupuntura


Acupuntura

Em primeiro lugar, é importante abordar as emoções e suas implicações na estética, uma vez que a pele é o maior órgão do corpo. É um órgão complexo, especial entre os órgãos dos sentidos (tem função neurológica, imunológica, endocrinológica). Esta conexão mente-pele-órgãos, pode ser demonstrada por meio de uma complexa rede de comunicação neuroimunoendócrino cutânea que conecta a pele aos mais diversos órgãos do corpo e vice-versa. Funciona como uma comunicação constante com o sistema nervoso central e vice-versa.
A partir do momento em que o conceito de saúde passou a ser harmonia entre a mente, corpo e espírito, a estética passou a ter importância, principalmente por ter implicação emocional, resultando no desequilíbrio desta harmonia. Para conferir essa visão mais completa do ser humano, a estética e Acupuntura passou a ser aceita dentro da medicina.
Portanto, falar da Acupuntura estética é falar de uma coisa muito recente na medicina e, para que tenha um reconhecimento ainda maior, são necessários estudos científicos que possam comprovar aquilo que já se observou clinicamente.
Na medicina chinesa, o Pi (Baço) está diretamente relacionado com as alterações estéticas da pele, pois ele cuida da derme, da nutrição e sustentação. Quando essa sustentação se torna ineficiente com diminuição da energia ao nível de Pi(Baço), observa-se a flacidez. A própria celulite se forma quando a via das águas não flui adequadamente. Se a princípio nota-se uma estagnação de energia, pensa-se no Gan (Fígado), responsável pelo livre fluxo de Qi. Porém, o Fei (Pulmão) é o comandante do Qi. Se a energia do Fei (Pulmão) está baixa, então a energia no Pi (Baço) também é afetada, gerando umidade/mucosidade.
Quando se fala das rugas da face, percebe-se que estas imperfeições aparecem com a idade, com as linhas de expressão e com o dano actínico (solar). O sol danifica tanto a epiderme como a derme que sofre alterações das fibras de colágeno, que perde a elasticidade. Por isso, se diz que as rugas da face vêm com a diminuição da energia dos Rins (Idade), que leva um desgaste do Pi (Derme), alterações da epiderme (cuidado pelo Fei), do Gan (musculatura da face) e do Xin (expressões faciais-Shen).
Com relação às manchas da pele é interessante recordar que os melanócitos ao derivar da crista neural, originam dos 34 melanoblastos primordiais que se relacionam com o sistema nervoso autonômico e na medicina chinesa com os pontos Shus dorsais, em especial com o Jing. Os Shus dorsais representam os Zang Fu, e se quando se considera que a Essência, o Jing de todos os órgãos se concentram nos Rins, então o acometimento do Jing tanto inato como o adquirido, pode se manifestar por meio destes pontos Shus e na pele por meio de alterações de pigmentação. A Acupuntura estética pode tratar qualquer tipo de afecções inestéticas da pele, simplesmente como acompanhamento ao tratamento convencional, como coadjuvante aos tratamentos convencionais ou como tratamento propriamente dito.
Além das rugas, celulite e manchas conforme já descrito acima, a Acupuntura trata estrias, gordura localizada, flacidez, acne, cicatriz quelóideana e hipertrófica, olheira, bolsa, etc. Esse trabalho foi realizado no ambulatório de Acupuntura da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), e utiliza o aparelho de eletroacupuntura para todas as modalidades de afecções inestéticas, exceto nos casos cuja eletroterapia esteja contra indicada.
Tratamento por acupuntura traz resultado para:
  • Emagrecimento
  • Ansiedade
  • Estresse
  • Compulsão Alimentar
  • T.P.M
  • Enxaqueca
  • Distúrbios Emocionais
  • Depressão
  • Transtornos Gastrointestinais
  • Insônia
  • Dores Articulares
  • Fibromialgia

Nenhum comentário:

Postar um comentário